domingo, 1 de março de 2015

[Resenha] Mundo das Sombras: Vampiro Secreto - L. J. Smith

Autora: L.J. Smith
Editora: Galera Record
Páginas: 221
Classificação: 4/5 estrelas
Título Original: Night World - Secret Vampire

Nota: Essa resenha foi escrita em novembro de 2014.

Poppy foi diagnosticada com câncer terminal até que James, seu amigo e por quem é apaixonada, lhe oferece uma maneira de evitar a morte: a vida eterna. 

James está disposto a infringir as regras do Mundo das Sombras por amor, mas conhece as leis - se alguém do Mundo das Sombras se apaixonar por um humano deve ser punido com a morte.

Resenha: 

No Mundo das Sombras só existem duas regras: Nunca deixe que os humanos descubram que ele existe. Nunca se apaixone por um deles.

Antes de dar uma segunda chance para Diários do Vampiro, comprei esse livro de outra saga da L. J. Smith pois ela ainda não virou série ou filme, e assim eu poderia ler sem julgá-la melhor ou pior do que sua adaptação. E o preço que eu paguei por ele foi apenas dez reais, gente! Quem é leitor assíduo da Galera Record sabe que, além de uma das melhores editoras, ela sempre coloca essas promoções. Então eu comprei junto com Glee - O Início e logo o li.

Antes de tudo, Mundo das Sombras não é uma série de vampiros. Ela é uma série sobrenatural e a cada livro, acompanha algo - vampiros, bruxas, etc. E esse primeiro volume segue vampiros. O que eu achei bem legal nos vampiros dessa série é que eles são bem diferentes dos de Diários do Vampiro. Aqui, existe os Lamia (pronuncia-se lay-me-uh) e os "vampiros feito". Os Lamia são os que nascem vampiros e podem comer e crescer igual aos humanos, além de poderem de parar o processo de envelhecimento e ter filhos. Já os feitos não podem fazer nada disso e nem envelhecem.

Outra coisa que diferencia Vampiro Secreto e O Despertar é que aquele clima sombrio presente no segundo não está aqui. Em Vampiro Secreto, o foco é o amor incondicional que James tem por Poppy e que ele está disposto a tudo para salvá-la. Em poucas palavras, Vampiro Secreto é mais romance, enquanto Diários do Vampiro mescla esse elemento com suspense. A Lisa também foca mais na relação familiar da protagonista, já que todos estão motivados por sua doença.

Outro ponto que foi bastante engraçado foi o surto de Poppy ao descobrir que James é um vampiro. Foi extremamente coeso e suas ações nessa cena também. Gostei bastante dessa sequência. E o legal é que a Lisa pode focar muito mais na relação sem toda aquele típico começo onde eles se conhecem e rola aquela atração, afinal, Poppy e James são melhores amigos há anos.

A única semelhança com TVD na minha opinião é o triângulo e um dos garotos ser mal e sarcástico. Diferente de TVD, onde Damon e Stefan são irmãos, Ash é primo de James, mas tão maléfico e sarcástico quanto Damon. Como eu sempre gosto dos vilões, curti o Ash e fiquei bem feliz em saber que ele volta no volume dois da saga, Filhas da Escuridão.

Vampiro Secreto é um livro pequeno, por isso o ritmo da história é bem rápido, é possível lê-lo em apenas um dia devido a curiosidade para saber os próximos passos de Poppy e James. A reviravolta final foi muito bem bolada e inesperada, além da descrição da Lisa quanto a necessidade de sangue por parte dos vampiros, outro ponto que ela domina muito bem. Destaque para como eles se sentem quando estão com sede. Recomendo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário