quarta-feira, 22 de janeiro de 2020

[Resenha] Agora Eu Entendo - Pam Gonçalves

Autora: Pam Gonçalves
Editora: Página 7
Páginas: 33
Classificação: 4/5 estrelas
Título Original: Agora Eu Entendo

Bianca não aguenta mais as brigas de família durantes as festas de fim de ano.

Por isso, ela decidiu passar o Natal sozinha, ou quase, já que sua gata terrorista a acompanhará na maratona de filmes do Harry Potter. Mas o que a garota não esperava era que o destino iria ensiná-la a ser mais paciente e compreensiva com aqueles que a amam.

Resenha:

"(...) na maior parte das vezes as pessoas não tem a intenção de nos machucar. Mal sabem elas os efeitos que têm nas nossas vidas."

Adoro a escrita da Pam, então sempre que ela lança algo, corro para ler, e não foi diferente com Agora Eu Entendo. Foi minha última leitura de 2019, no último dia do ano, então não poderia terminá-lo de forma melhor.

domingo, 19 de janeiro de 2020

[Resenha] O Presente do Meu Grande Amor - Vários Autores

Autores: Ally Carter, Kiersten Smith, Matt de La Peña, Jenny Han, Laini Taylor, David Levithan, Kelly Link, Rainbow Rowell, Gayle Forman, Stephanie Perkins, Holly Black & Myra McEntire
Editora: Intrínseca
Páginas: 352
Classificação: 3.5/5 estrelas
Título Original: My True Love Gave to Me

Se você gosta do clima de fim de ano e tudo o que ele envolve, presentes, árvores enfeitadas, luzes pisca-pisca, beijo à meia-noite, vai se apaixonar pelo livro.

Nestas doze histórias escritas por alguns dos mais populares autores da atualidade, há um pouco de tudo, não importa se você comemora o Natal, o Ano Novo, o Chanucá ou o solstício de inverno.

Casais de formam, famílias se reencontram, seres mágicos surgem e desejos impossíveis se realizam. O pessimismo não tem lugar neste livro, afinal o Natal é época de esperança.

Resenha:

Tudo pode acontecer na noite de Natal.

Esse livro sempre me despertou curiosidade, por se passar no Natal e inverno, principalmente depois de ler a edição de Verão - Aconteceu Naquele Verão. Por isso, assim que tive chance, o adquiri. Mas infelizmente esse não é tão bom quanto seu "sucessor".

Diferente de Aconteceu Naquele Verão que gostei de quase todos os contos, aqui curti apenas metade - seis dos doze presentes. Meus três favoritos foram "Estrela de Belém", "Bem-vindo a Christmas, Califórnia" e "Anjos na Neve", de Ally Carter, Kiersten Smith e Matt de La Peña, respectivamente. Não conhecia nenhum dos três, mas suas narrativas me conquistaram e não larguei o livro até finalizar os contos.

quarta-feira, 15 de janeiro de 2020

[Resenha] Uma Casa No Fundo de Um Lago - Josh Malerman

Autor: Josh Malerman
Editora: Intrínseca
Páginas: 160
Classificação: 4/5 estrelas
Título Original: A House at the Bottom of a Lake

James e Amélia têm dezessete anos. Em comum, além da idade, têm o fato de estarem um a fim do outro e de serem tomados pelo nervosismo quando James chama Amélia para sair. Mas tudo parece perfeito para um primeiro encontro: um passeio de canoa pelos lagos, levando um cooler cheio de sanduíches e cervejas.

À medida que se aprofundam na exploração, os dois chegam a um lago escondido e encontram algo impressionante debaixo d'água. Um lugar perigosamente mágico: uma casa de dois andares com tudo que tem direito — móveis, um jardim, uma piscina e uma porta da frente, que está aberta.

Enquanto, fascinados, vasculham o imóvel e tentam passar uma boa impressão para o outro, cresce o medo. Será que um local misterioso como aquele esconde alguém — ou algo — vivo? Uma coisa é certa: depois de mergulhar nos mistérios da casa no fundo do lago, a vida deles jamais voltará a ser a mesma.

Resenha:

Só porque a casa está vazia, não significa que não tem ninguém dentro.

Josh Malerman me conquistou com Caixa de Pássaros e me fez querer ler todos os seus livros. Quando a Intrínseca anunciou o lançamento desse não foi diferente, mas com o surgimento de várias resenhas negativas, confesso que fiquei receoso. Uma Casa No Fundo de Um Lago logo se mostrou uma história 8 ou 80: ou você ama ou você odeia. E agora, após finalizá-lo, fico feliz em estar no primeiro grupo.

Apesar de ser curtíssimo, com apenas 160 páginas, a resenha de Uma Casa... não é algo fácil. Porque ele não é um livro comum. Sua história não é, de fato, o que está escrito; as palavras e acontecimentos em torno da casa são apenas uma metáfora para o primeiro amor. Não li resenhas antes de iniciar a leitura, mas essa informação acabou chegando até mim e lê-lo com esse conhecimento me fez absorver a real intenção do autor. E está tudo ali, nas entrelinhas, mostrando a genialidade do autor ao criar essa trama com outra intenção.

segunda-feira, 13 de janeiro de 2020

[Resenha] Quando Escolhi Você - Samantha Young

Autora: Samantha Young
Editora: Astral Cultural
Páginas: 272
Classificação: 2.5/5 estrelas
Título Original: Out of The Shallows

Depois de consertar os cacos deixados por Jake, a família de Charley não o considera bom o suficiente para estar novamente na vida da jovem. Assim, a garota não vê outra opção a não ser enfrentá-los para, finalmente, ser feliz ao lado dele.

O que Charley não esperava é que, depois de escolher deixar Jake entrar novamente em sua vida, um incidente terrível aconteceria e colocaria, mais uma vez, o relacionamento deles à prova. E agora, quem ficou completamente perdida foi a supergirl. Será que tudo o que ela enfrentou para ficar com Jake realmente valeu a pena?

Resenha:

Do que você abriria mão por amor?

Depois Que Você Me Deixou não foi uma leitura totalmente fácil, mas ainda assim resolvi dar uma chance a continuação, afinal eram apenas dois livros e mesmo com os problemas, Jake e Charley têm uma ótima química. Infelizmente, esse segundo volume foi ainda mais problemático.

A primeira parte se beneficiou por dividir a narrativa entre passado - interessante e que me motivava a continuar - e presente, então Quando Escolhi Você já perdeu um pouco do encanto pois só seguia os personagens no segundo caso, onde eles me irritavam com suas ações. O motivo usado para separar o casal principal aqui foi pífio; já utilizado em mil novelas mexicanas (e não é ironia!). Até no primeiro o motivo havia sido mais convincente, provando que a história poderia ter sido finalizada em um livro único mesmo.

sábado, 11 de janeiro de 2020

[Resenha] Reiniciados - Teri Terry

Autora: Teri Terry
Editora: Farol Literário
Páginas: 432
Classificação: 4.5/5 estrelas
Título Original: Slated

As lembranças de Kyla foram apagadas, sua personalidade foi varrida e suas memórias estão perdidas para sempre. Ela foi reiniciada.

Kyla pode ter sido uma criminosa e está ganhando uma segunda chance, só que agora ela terá que obedecer as regras. Mas ecos do passado sussurram em sua mente. Alguém está mentindo para ela, e nada é o que parece ser. Em quem Kyla poderá confiar em sua busca pela verdade?

Resenha:

Você saberia o que é verdade se sua mente tivesse sido apagada?

A premissa de Reiniciados sempre me chamou atenção, mas sempre acabava não o pegando, até que resolvi fazê-lo agora no começo do ano e não me arrependi.

A ambientação da trilogia é bem interessante. Partindo de uma sociedade aparentemente utópica, Teri Terry conseguiu criar uma distopia que nos deixa curiosos pelos acontecimentos. A ideia de uma protagonista que não sabe o que é verdade ou mentira e personagens que podem ser ou não confiavéis dificilmente falha e aqui isso não acontece: diversas cenas são apreensivas.