domingo, 16 de setembro de 2018

[Resenha] Laços do Espírito - Richelle Mead

Autora: Richelle Mead
Editora: Agir
Páginas: 426
Classificação: 4.5/5 estrelas
Título Original: Spirit Bound
Compre: Amazon Brasil

Depois de uma longa e dolorosa viagem à Sibéria, terra natal de seu amado Dimitri, Rose Hathaway finalmente voltou à escola e reencontrou sua melhor amiga, Lissa. A formatura se aproxima, e elas mal podem esperar pela vida que vão ter além dos portões da São Vladimir.

No entanto, o coração de Rose dói cada vez que se lembra do que passou na Rússia o fracasso em salvar Dimitri e do que ainda precisará enfrentar. Sua jornada inclui libertar o perigoso Victor Dashkov da prisão de segurança máxima e encontrar Robert Doru, o único que possui informações para resgatar Belikov das terríveis profundezas de sua condição de Strigoi. A vampira acredita existir apenas uma chance em um milhão, até porque Dimitri continua sua perseguição para matá-la.

Sentenças de morte e declarações de amor se confundem, e ela precisa correr contra o mais implacável dos inimigos: o tempo. E, dessa vez, Rose prometeu a Lissa que a levaria junto. Será que a princesa Moroi terá forças quando souber o que a espera? Em “Laços do espírito”, Richelle Mead continua a saga que renovou a literatura de vampiros e apresenta uma história repleta de dilemas, intrigas políticas e emoções extremas que vai conquistar mais uma vez os leitores.

Nota: Esse é o quinto livro da série, por isso, a resenha pode conter spoilers 

Resenha:

"Eu desisti de você, o amor acaba. O meu acabou."

Apesar de não ser um livro ruim, certa parte de Promessa de Sangue foi quase enrolação, o que o fez se tornar o livro que menos gostei até agora. Porém, seu final foi muito interessante; por isso, queria ler Laços do Espírito o mais rápido possível.

E diferente do anterior, Richelle não optou por enrolações - exceto por uma no início, enquanto Rose procurava informações, mas comparada à de antes não fez nem cócegas. Tinha total certeza que ela adiaria o destino de Dimitri para o sexto livro, mas foi tudo resolvido nesse volume, mostrando que ela tem cartas na manga para o último da série. Mesmo assim, Dimitri foi o personagem que mais me irritou nesse volume. Apesar de entender seus motivos para querer distância de Rose, não deixa de ser uma desculpa chata.