sábado, 11 de janeiro de 2020

[Resenha] Reiniciados - Teri Terry

Autora: Teri Terry
Editora: Farol Literário
Páginas: 432
Classificação: 4.5/5 estrelas
Título Original: Slated

As lembranças de Kyla foram apagadas, sua personalidade foi varrida e suas memórias estão perdidas para sempre. Ela foi reiniciada.

Kyla pode ter sido uma criminosa e está ganhando uma segunda chance, só que agora ela terá que obedecer as regras. Mas ecos do passado sussurram em sua mente. Alguém está mentindo para ela, e nada é o que parece ser. Em quem Kyla poderá confiar em sua busca pela verdade?

Resenha:

Você saberia o que é verdade se sua mente tivesse sido apagada?

A premissa de Reiniciados sempre me chamou atenção, mas sempre acabava não o pegando, até que resolvi fazê-lo agora no começo do ano e não me arrependi.

A ambientação da trilogia é bem interessante. Partindo de uma sociedade aparentemente utópica, Teri Terry conseguiu criar uma distopia que nos deixa curiosos pelos acontecimentos. A ideia de uma protagonista que não sabe o que é verdade ou mentira e personagens que podem ser ou não confiavéis dificilmente falha e aqui isso não acontece: diversas cenas são apreensivas.

Gostei bastante de Kyla. Ela é do tipo questionadora e que desconfia de tudo e todos, o que foi uma surpresa, pois acreditei que ela acreditaria fielmente em tudo à sua volta, pelo menos inicialmente. A nova família de Kyla também é intrigante, principalmente por não sabermos quem está mesmo ao lado da garota - algo revelado com o passar da leitura. Já Ben cresce nas páginas finais, enquanto Mac é importante para informações relevantes.

O único ponto negativo foi o romance. Kyla e Ben não convencem como um casal durante a leitura; é uma interação fraca. Perto das páginas finais há até uma "tentativa" de explicar a falta de algo a mais, mas ainda assim não diminui o envolvimento raso. Possuo duas teorias sobre o casal nos próximos volumes, mas não sei se alguma vai de fato acontecer - mas de toda forma, espero que eles consigam ser mais interessantes juntos.

Apesar disso, Reiniciados foi uma ótima leitura. Foi surpresa até mesmo Teri já nos dar respostas nesse volume inicial, ao invés de ser apenas uma introdução. Estou curioso para os próximos e espero que ela mantenha o nível desse primeiro livro. Potencial para isso a trilogia tem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário