domingo, 1 de março de 2015

[Resenha] Formaturas Infernais - Diversas Autoras

Autora: Meg Cabot, Lauren Myracle, Stephenie Meyer, Kim Harrison e Michele Jaffe.
Editora: Galera Record
Páginas: 318
Classificação: 3/5 estrelas
Título Original: Prom Nights from Hell

Nota: Essa resenha foi escrita em novembro de 2014.

Nessa emocionante coleção de contos de terror, as autoras bestseller Meg Cabot (O Diário da Princesa), Stephenie Meyer (Twilight), Kim Harrison, Michele Faffe e Lauren Myracle se reuniram para mostrar que a formatura pode ser um evento muito mais aterrorizante do que se pensa. Problemas no guarda-roupa e um par que dança mal não são nada comparados a descobrir que vocês está dançando com a Morte – e que ela não está aqui para elogiar seu vestido. De problemas com vampiros até uma batalha entre anjos e demônios, estas cinco histórias vão divertir mais do que qualquer DJ em um terno brega. Nada de limusine ou vestido de gala: só uma grande dose de assustadora diversão.

Resenha:

A formatura pode ser mais assustadora do que você pensa.

Há muito tempo eu queria ler esse livro (ou coleção, se considerarmos os outros dois). Além de uma capa e título muito chamativos, Stephenie Meyer e Meg Cabot eram duas das cinco autoras presentes no livro. Não é novidade para ninguém que gostei de Crepúsculo, mesmo com todo o massacre que o livro sofre; e que eu tenho curiosidade de conhecer a escrita da Meg, que por falta de tempo, ainda não realizei. Infelizmente, a animação por Formaturas Infernais morreu no terceiro conto.

Como sempre faço em livros de contos, vou focar um parágrafo para cada história. Começando por A Filha da Exterminadora da Meg, somos apresentados a Mary, que é filha de uma exterminadora de vampiros (cê jura, Rafael?!), que durante uma missão acabou mordida por um vampiro. Enquanto tenta destruir um vampiro que ameaça a vida de sua amiga, Mary ainda procura uma cura para a mãe antes que seja tarde demais. Eu até curti o conto mas não foi O conto, entendem? Fiquei curioso para saber o fim, mas mesmo assim não é um conto memorável.

O segundo, O Buquê, é inscrito por Lauren Myracle e mostra que nossos desejos podem se tornar nossos piores pesadelos. Eu realmente curti o conto, o clima dele foi sombrio do início ao fim, o final foi inesperado e até hoje não superei pois gostei bastante da Jamie. Mas ela não pode dizer que não tentaram alertá-la, não é? Recomendo lê-lo primeiro, pois sem dúvidas é o melhor de todos.

O terceiro, Madison Avery e a Morte, de Kim Harrison, também se iguala ao segundo, por ser bem desenvolvido e envolvente. É impossível não torcer pela Madison diante de todos os problemas. A história acompanha Madison e o momento que ela conhece um garoto que também é novo na cidade. E uma simples carona que ela aceita do mesmo mudará sua vida para sempre.

O quarto, Salada Mista, de Michele Jaffe, também acompanha uma Madison e é totalmente dispensável, o pior conto do livro na minha opinião. Nem tenho muito o que comentar dele até porque já esqueci tudo, mas se não me engano Madison é guardiã de uma menina que só quer saber de beijar, mas que também é um ser sobrenatural, mas não lembro o que ela é.

O quinto e último, Inferno na Terra, é o conto da Stephenie e só não o considerei o pior porque Salada Mista brigou pelo lugar. Ele acompanha a tentativa de uma menina-demônio que tenta destruir a felicidade dos alunos no dia do baile de formatura mas algumas pessoas felizes atrapalham seus planos. As primeiras páginas do conto são boas, você fica preso a história mas com o passar delas, não sabe mais o que está acontecendo. Stephenie se perde completamente e até agora não aceitei o final que ela jogou. Decepção, apenas.

Finalizando, eu não recomendo Formaturas Infernais. Esperava contos de suspense, mas o que eu recebi foram apenas histórias para boi dormir e que não assustam de nenhuma maneira. Os únicos contos que ainda valeram a pena foram O Buquê e Madison Avery e a Morte mesmo. Se quiserem ler apenas esses, vocês não vão perder nada por não ler os outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário