terça-feira, 3 de março de 2015

[Resenha] Gossip Girl - As Delícias da Fofoca | Cecily Von Ziegesar

Autora: Cecily Von Ziegesar
Editora: Galera Record
Páginas: 256
Classificação: 5/5 estrelas (Favorito no Skoob)
Título Original: Gossip Girl

A estonteante loira Serena van der Woodsen volta de uma longa viagem que fez a Europa, depois de ter sido expulsa de seu colégio europeu. Mas parece que sua melhor amiga Blair Waldorf não está tão contente com sua volta. Só de pensar que a sua amiga iria tomar seu posto de mais popular do colégio já sentia calafrios. É então que uma série de fofocas e boatos sobre Serena começam a rolar pelo mundinho destes adolescentes, deixando-a afastada de todos. Era tudo o que Blair queria: ser o centro das atenções e manter seu namorado Nate longe da rival. Será que Serena irá agüentar tanta solidão?

Resenha:

E quem sou eu? Esse é um segredo que nunca vou contar...

Em pleno século XXI, é impossível que ninguém conheça a série de TV Gossip Girl, já finalizada pelo CW. Uns amam (oi), uns odeiam; mas é inegável o sucesso estrondoso que o seriado fez ao redor do mundo. Mas bem antes dessa febre começar nas telas, ela foi lançada em uma série literária totalizada em 13 livros, só não sendo maior que Pretty Little Liars. Vamos conhecer (ou relembrar para alguns) o começo de tudo?

Antes de tudo, tenho que dizer que esse livro é totalmente fútil. É algo que você vai ler em todas as resenhas sobre As Delícias da Fofoca pois é a verdade (até o título brasileiro deixa isso bem claro, né?!). Vocês devem estar se perguntando: então porque ler um livro fútil que não vai trazer nada de novo para minha vida? Porque ele é incrível, gente! Sim, pode parecer loucura, mas o livro é muito bom, principalmente para quem já viu a série, pois é mais fácil entrar na história - já conhece basicamente os personagens. Isso, basicamente, pois muitos deles sofrem alterações entre as duas mídias.

Como Dan, por exemplo. Se na série de TV ele era ''gente como a gente'', aqui ele se torna um garoto levemente fútil, que fuma droga 24 horas por dia e é viciado em café. Isso, inclusive, é um dos poucos problemas do livro. Os personagens fumam seus baseados praticamente direto e só falam (ou fazem) de sexo - não que na série não seja assim, mas pelo menos lá, eles também têm outros interesses. Outros personagens, por um lado, continuam o mesmo que os da série. É fácil imaginar Leighton Meester, Blake Lively e Ed Westwick como Blair, Serena e Chuck pois a série foi fiél as características deles. É impossível você não se identificar pelo menos com um deles - os mais aprofundados - afinal, eles são deuses para os adolescentes, mas no fundo, todos têm seus problemas.

A escrita da Cecily é simplesmente ótima, as páginas fluem rapidamente e é muito fácil acabar o livro em um piscar de olhos, até porque esse primeiro volume é basicamente o Piloto da série - que foi um dos melhores episódios. Acredito que grande parte disso é o fato da própria Cecily ter vivido no Upper East Side e ter conhecido várias pessoas parecidas com seus personagens, e mesmo alguns personagens sendo totalmente alienados, outros têm pensamentos bem parecidos com os de adolescentes ''normais''. A Gossip Girl também foi muito bem criada, nos rendendo os melhores momentos (e comentários) do livro.

É isso, pessoal! Se você já viu o seriado ou quer ler uma história engraçada sem maiores lições de vida, Gossip Girl atende seu pedido. PS: o livro tem muitas referências à marcas de roupa feminina (dã!), então se você for menino e/ou ficar perdido, corre no Google. Não fiz isso por pura preguiça, mas não custa dar uma dica né? Haha. Outro ponto bem legal é que a Cecily reescreveu esse livro em forma de suspense, com um assassino entre os personagens. Eu tenho o livro aqui mas ainda não li com medo de ele dar algum spoiler sobre quem é a GG (pois ele foi reescrito após o fim da série), então se você já leu Psycho Killer e isso não acontece, comenta aí embaixo me tirando essa dúvida, obrigado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário