segunda-feira, 27 de julho de 2015

[Resenha] Despertar - Amanda Hocking

Autora: Amanda Hocking
Editora: Planeta
Páginas: 208
Classificação: 3.5/5 estrelas
Título Original: Wake

Na pequena cidade litorânea de Capri, as turistas Penn, Lexi e Thea conseguiram chamar a atenção de todos, seja pelo fascínio ou pela apreensão.

Tudo o que se sabe é que por onde passam existe uma energia no ar, algo sobrenatural, e que as garotas estão interessadas em ter a jovem Gemma em seu grupo. Gemma parece ter tudo, é uma nadadora incrível, está começando a namorar seu amigo de infância e se prepara para competir nas olimpíadasno futuro. Aos 16 anos, Gemma sabe que é feliz. Mas quando Penn, Lexi e Thea se interessam por ela, tudo fica prestes a mudar. Sua irmã Harper percebe que há algo de estranho com as garotas, mas será tarde demais para alertar Gemma?

Resenha:

Quando a canção do Oceano chama, é impossível resistir.


Começando pela história, o livro se alterna entre os pontos de vista das irmãs Gemma e Harper. Eu gostei muito de Gemma, porém não consegui ter o mesmo sentimento com Harper. O jeito controlador dela e o medo de se arriscar me irritaram profundamente, por mais que ela faça isso pelo bem de si mesmo ou da família. Os únicos momentos que gostei da personagem foi quando ela estava com Daniel. Os dois funcionam muito bem, principalmente quando Harper cansa de ser chata cortar o aproximamento de Daniel.

Os outros personagens que mais aparecem na história são Alex, Penn, Lexi e Thea. Alex é um personagem "ok" e você simpatiza com ele. Já das três meninas, a que recebe mais destaque é Penn. Ela é bem maldosa e sarcástica, e eu gostei dela. Ela deixou claro durante a história que é uma narcisista e que não se importa com ninguém, não me surpreenderei se ela tentar fazer mal à Gemma nos próximos livros. A autora também soube envolver o leitor na dúvida de Gemma em relação aos sentimentos de Alex e ambas possibilidades são viáveis.

Porém, a história em bem infantilizada se comparar com outros Jovens Adultos. Acho que parte disso foi o fato do livro ter se focado mais em Harper - e vale lembrar que Gemma é a principal -, que não tem nada para acrescentar se não seus mimimis. Apesar de ser o primeiro e a autora poderá focar em Gemma nos próximos (são cinco, no total), acredito que era essencial que ela ganhasse mais participação aqui.

Apesar disso, foi uma leitura rápida e mesmo com um final clichê, me deixou ansioso para o segundo volume, Canção do Mar, além de deixar no ar a dúvida de que um personagem pode ter algo sobrenatural também por ser imune ao canto das sereias. Apesar de estar curioso para o próximo, não é um livro que eu recomendo caso você queira uma leitura de tirar o fôlego. Mas se estiver à procura de uma leitura rápida e sem maiores efeitos, Despertar pode ser uma boa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário