quarta-feira, 4 de setembro de 2019

[Resenha] Um Jogo de Amor e Sorte - Beth Reekles

Autora: Beth Reekles
Editora: Astral Cultural
Páginas: 320
Classificação: 4/5 estrelas
Título Original: Rolling Dice

Depois de se mudar de uma pequena cidade no Maine para a Flórida, Madison Clarke aproveita a oportunidade para se reinventar, esquecer os dias de solidão e fazer parte da turma popular da escola, afinal, a nova Madison é descolada, espontânea e ousada.

Porém, dizem que quanto mais alto você sobe, maior é a queda – e Madison fará qualquer coisa para impedir que sua nova vida despenque ladeira abaixo. Quem sabe o que vem pela frente nesta nova vida na Flórida?

Resenha:

Ela só queria a chance de recomeçar, mas talvez consiga mais que isso.

A Barraca do Beijo foi um incontestável sucesso, mas apesar de ter assistido o filme, nunca li o livro que o originou. Mas fiquei curioso com Um Jogo de Amor e Sorte, nova obra da autora do mesmo, por isso o solicitei com a Astral.

Madison foi uma ótima protagonista. Mesmo com certos momentos irritantes - totalmente normais e aceitáveis diante a premissa da história -, é fácil torcer por ela, principalmente quem já passou pelo mesmo na adolescência e sempre quis a chance de mudar. Dwight também foi ótimo e a dupla que eles formaram envolve; assim como Bryce, que gera desconfiança de ser mesmo o que mostra, diante a possibilidade de sua personalidade ser outra. Infelizmente, os demais personagens - exceto os amigos de Dwight, tão legais quanto ele - são dispensáveis e esteriotipados ao extremo.


A escrita de Beth Reekles também foi um surpresa positiva; ela é rápida e fluída, e engraçada e profunda nos momentos que precisam, fazendo a leitura ser rápida. A história em si segue uma fórmula bem clichê e já explorada em diversas outras obras teens, mas não deixa de ser envolvente, afinal clichê não é sinônimo de algo ruim desde que seja bem trabalhado. O único ponto em que Beth peca é na demora em resolver o "triângulo" Bryce, Madison e Dwight. Não é o foco da trama, mas a química entre a garota e o escolhido era bem óbvia, por isso é frustante a falta de mais cenas dos dois.

Para quem já leu A Barraca do Beijo ou gosta de leituras leves e descompromissadas, Um Jogo de Amor e Sorte cumprirá muito bem com sua proposta. Estou curioso para ler mais histórias de Beth.

Nenhum comentário:

Postar um comentário