quinta-feira, 20 de abril de 2017

[Resenha] Academia de Vampiros - O Beijo das Sombras | Richelle Mead

Autora: Richelle Mead
Editora: Nova Fronteira
Páginas: 320
Classificação: 4/5 estrelas
Título Original: Vampire Academy

Lissa Dragomir é uma adolescente especial, por várias razões: ela é a princesa de uma família real muito importante na sociedade de vampiros conhecidos como Moroi. Por causa desse status, Lissa atrai a amizade dos alunos Moroi mais populares na escola em que estuda, a São Vladimir. 

Sua melhor amiga, no entanto, não carrega consigo o mesmo prestígio: meio vampira, meio humana, Rose Hathaway é uma Dampira cuja missão é se tornar guardiã e proteger Lissa dos Strigoi - os poderosos vampiros que se corromperam e precisam do sangue Moroi para manter sua imortalidade. Pressentindo que algo ruim vai acontecer com Lissa se continuarem na São Vladimir, Rose decide que elas devem fugir dali e viver escondidas entre os humanos. O risco de um ataque dos Strigoi é maior, mas elas passam dois anos assim, aparentemente a salvo, até finalmente serem capturadas e trazidas de volta pelos guardiões da escola. 

Mas isso é só o começo. Em O Beijo das Sombras, Lissa e Rose retomam não apenas a rotina de estudos na São Vladimir como também o convívio com a fútil hierarquia estudantil, dividida entre aqueles que pertencem e os que não pertencem às famílias reais de vampiros. São obrigadas a relembrar as causas de sua fuga e a enfrentar suas temíveis consequências. E, quem sabe, poderão encontrar um par romântico aqui e outro ali. Mais importante, Rose descobre por que Lissa é assim tão especial: que poderes se escondem por trás de seu doce e inocente olhar? 

Resenha:

Welcome to St. Vladimir.

Há muito tempo queria ler O Beijo das Sombras. E essa vontade só aumentou depois que eu vi o filme. Mas como acontece nas melhores famílias, acabei esquecendo um pouco a série e sempre passava outros livros na frente. Mas decidi que esse ano daria uma chance e comecei a ler esse primeiro volume.

Gostei de Rose logo de cara! O seu jeito sarcástico, mas que sempre sabe ser séria nos momentos em que realmente precisa nos cativa e torcemos por ela desde o primeiro contato. Lissa, por outro lado, é a "boazinha" da dupla, mas Richelle conseguiu criá-la de uma forma que não foi cansativa como muitas outras mocinhas acabam sendo, e, assim como com Rose, é fácil torcer pela Moroi. Os protagonistas masculinos, Dimitri e Christian, também possuem características bem definidas e conseguem nos conquistar. Apesar de Dimitri e Rose serem meu par preferido, ambos romances são bem construídos.

A história também é bem desenvolvida e a curiosidade para descobrir o que significa "Beijada pelas sombras" nos faz ler cada vez mais. Adorei a explicação para o termo e realmente faz todo o sentido. Como já havia visto o filme, lembrava de quem era o real vilão e vagamente dos seus motivos, e a explicação para suas ações também são coerentes, mesmo que injustificáveis, óbvio. O Beijo das Sombras é um livro bem introdutório, mas tudo se conecta e faz sentido no final. A mitologia é outro ponto forte e positivo, pois Richelle criou todo um novo mundo hierárquico para os vampiros, definindo tipos e posições, com uma explicação fluída e que não nos deixa perdidos por nenhum momento.

Estou mais do que ansioso para ler as continuações. E após a leitura, revi a adaptação, que continua no meio-termo para mim. Apesar de alguns pontos serem péssimos (principalmente os efeitos especiais), acredito que o filme foi fiel ao máximo ao livro e o clima da história está presente. Infelizmente, como todo mundo sabe, a saga flopou nas bilheterias e foi cancelada; por isso, espero que a série ganhe uma nova chance, pois acredito que ela tem muito potencial. E se você tem dúvidas quanto a série, eu recomendo que dê uma chance.

Nenhum comentário:

Postar um comentário