segunda-feira, 19 de novembro de 2018

[Resenha] Desaparecidas - Lauren Oliver

Autora: Lauren Oliver
Editora: Verus
Páginas: 304
Classificação: 5/5 estrelas
Título Original: Vanishing Girls

As irmãs Dara e Nick eram inseparáveis, mas isso foi antes — antes de Dara beijar Parker, antes de Nick perdê-lo como melhor amigo, antes do acidente que deixou cicatrizes no belo rosto de Dara. Agora as duas, que eram tão próximas, não estão mais se falando. Em um instante Nick perdeu tudo, e está determinada a usar o verão para conseguir sua vida de volta.

Só que Dara tem outros planos. Quando ela desaparece, no dia de seu aniversário, Nick acha que a irmã está se divertindo por aí. Mas outra garota também sumiu — Madeline Snow, de nove anos — e, conforme Nick procura pela irmã, fica cada vez mais convencida de que os dois desaparecimentos podem estar conectados.

Neste livro tenso e cativante, Lauren Oliver cria um mundo de intrigas, perdas e suspeitas, enquanto duas irmãs buscam encontrar uma à outra — e a si mesmas.

Resenha:

“Às vezes, o que sobe desce e o que desce sobe, e o amor se transforma em ódio, e as coisas com as quais contávamos são arrancadas de debaixo dos nossos pés e nos deixam pedalando no ar.”

Me tornei grande fã de Lauren Oliver após ler a trilogia Delírio e Antes Que Eu Vá, o que me motivou a ler todas suas obras. Infelizmente, a autora não recebe no Brasil um reconhecimento à altura que merece, com alguns títulos ainda não lançados e sem editora, o que dificulta minha meta. Mas desde que Desaparecidas foi lançado aqui, contei os segundos para lê-lo.

Ainda estou impactado após a conclusão da leitura. Apesar de um início lento - mas totalmente compreensível após o final - Lauren conseguiu me envolver nesse universo e nem desconfiar do que realmente estava acontecendo. Dificilmente um thriller me engana e sempre acabo matando a charada durante a leitura, mas isso não aconteceu aqui e quando todas as peças foram encaixadas, me vi voltando em vários momentos, percebendo que tudo fazia sentido - com certeza, isso acontecerá com quem ler. E construindo ainda mais um clima intrigante na história, temos o parque FanLand, que rende ótimos momentos.

Gostei bastante de Nick e me identifiquei com ela e sua culpa logo de início. Apesar de fazer o tipo "boa moça", ela é uma personagem bem construída e com nuances, além de enfrentar tudo e todos para descobrir o que realmente está acontece. Também entendi Dara com o passar da leitura, pois inicialmente a achei apenas uma garota que queria atenção e tinha um pouco de inveja da irmã mais velha - mas, assim como Nick, ela tem seus próprios problemas e camadas. Os demais personagens também são importantes para a história, principalmente Parker, melhor amigo das duas e mais envolvido na vida das irmãs do que as pessoas imaginam.

O único ponto negativo foi em torno do mistério de Madeline. Não foi uma resolução ruim, muito pelo contrário, mas não desenvolveu-se como eu esperava. Entretanto, diante à narrativa que Lauren criou, esse fato não passa batido. Sua escrita está tão instigante quanto em Delírio e Antes Que eu Vá - o lado poético visto nos dois títulos não aparece tanto em vista de ser um suspense, mas ainda assim, para os saudosos, temos raros mas marcantes momentos. No mais, só posso recomendar e pedir que deem uma chance a autora, ela merece ser mais reconhecida! E espero que Panic, a ser publicado também pela Verus, seja logo lançado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário